Responsabilidade Social  
  ADEF-Rio Material Hospitalar
 

Hoje em dia, as pessoas esperam que as empresas ajam de forma socialmente responsável, que fabriquem ou comercializem produtos comprometendo-se com o meio ambiente e o bem estar e a saúde de seus colaboradores e da sociedade.
A ADEF-RIO também, como empresa tem o compromisso de auxiliar na melhoria da qualidade de vida das pessoas da comunidade onde atua. Por isso, dedicamos tempo e esforço, bem como outros tipos de suporte, a programas especiais e organizações que envolvam educação, saúde, meio ambiente, comunidade e cultura.
A seleção das entidades é feita por indicação dos funcionários, que em alguns casos atuam voluntariamente nas mesmas.
Esta iniciativa está inserida nos valores corporativos da empresa.

Instituições apoiadas pela ADEF-RIO:

CRUZADA DO MENOR


A Cruzada do Menor é uma instituição social sem fins lucrativos que possui três programas na cidade do Rio de Janeiro e um em Nogueira, Petrópolis.
O principal objetivo do trabalho social realizado pela Cruzada do Menor é orientar e apoiar crianças, jovens, idosos e seus responsáveis no desenvolvimento de suas habilidades, para que sejam capazes de promover melhoria na qualidade de suas vidas e contribuir para promover transformações positivas em suas comunidades. Esse objetivo é traduzido em nossa Missão: servir à família em vulnerabilidade social, por meio de ações sócio-educativas centradas no desenvolvimento do potencial de crianças, jovens, idosos e seus responsáveis.

www.cruzadadomenor.org.br



LUMINANDO

Fundado pela Lúmini Cia de Dança, o Projeto Social Luminando atende crianças adolescentes e jovens moradores de comunidades próximas ao Recreio dos Bandeirantes e que se encontram em situação de risco de evasão escolar e histórico de envolvimento com situações de risco.
Tem o objetivo de vencer as barreiras sociais através das práticas artísticas.

www.lumini.art.br/projeto_social_conj.html



CASA DO MENOR

A Casa do Menor São Miguel Arcanjo nasceu para responder a dramática situação de crianças e adolescentes em estado de exclusão e de abandono e para ser presença de Deus Pai e Mãe ao lado de quem não é amado e não se sente “filho”. Um Sonho que nasceu no Coração de Deus Amor.
Podemos afirmar que essa obra nasceu antes de tudo no coração de Deus que quer vida plena para todos e se concretizou aos poucos na terra através de pessoas que Ele escolheu para salvar vidas.
Pe. Renato Chiera, então menino de 8 anos, sonhava em ser como Dom Bosco. Em 1978, o mesmo chega ao Brasil como missionário na Diocese de Nova Iguaçu, trabalhando ao lado de um povo pobre e excluído com o qual se identificava sempre mais e no qual reconhecia o rosto de Cristo sofredor. Em 1983, ainda na Paróquia de Santa Rita em Cruzeiro do Sul, deparou-se na garagem de sua casa com um adolescente, chamado Pirata, ferido e caçado pela Polícia. Poucos meses depois Pirata foi assassinado em frente à casa paroquial onde tinha sido acolhido pelo padre.
Mais tarde, na nova paróquia de São Miguel Arcanjo em Miguel Couto foram assassinados ,em um só mês, 36 adolescentes e jovens. Um adolescente, marcado para morrer numa nova lista de 40 nomes com o mesmo destino, procurou o padre: “Vocês não fazem nada? Nos deixam morrer todos? Durante a noite uma frase do evangelho queimava e inquietava o coração do Pe. Renato: “aquilo que fizeste a um destes irmãos mais pequeninos, a Mim o fizestes” – MT, 25, 40.
Foi para acolher Jesus presente nos meninos de rua e para viver essa palavra, que Pe. Renato começou uma nova aventura. Inicialmente abrigava os meninos em sua própria casa, depois em uma pick-up e na garagem; enfim numa sala construída com ajuda de amigos italianos. Com a presença e a benção de Dom Adriano Hipólito que incentivou e acompanhou com amor essa obra, nasceu em 1986 a Casa do Menor São Miguel Arcanjo, batizada com esse nome pelos próprios meninos que procuravam uma familia e amor. Hoje a Casa do Menor é uma grande mãe comunitária, que com o amor e a vivência do Evangelho resgata vidas e está se tornando, referência no Brasil e nestes ultimos tempos, também na África.
Ao redor da Casa do Menor e da causa da vida de crianças e adolescentes, desenvolveu-se aos poucos uma rede de solidariedade nacional e internacional. Lucinha se sente, quase logo no inicio ,chamada por Deus a doar sua vida ao lado destes meninos e em 1999 faz seus votos de consagração. Muitos outros descobrem a alegria de salvar vidas e entram nesta aventura de resgate. A Casa do Menor faz a diferença pela sua mística e espiritualidade e pela proposta pedagógica de recuperação do ser humano em sua totalidade através da presença de amor. O amor tudo vence e a todos recupera.

Missão Institucional “Acolher crianças, jovens e prioritariamente, adolescentes em situação de risco pessoal, dando ênfase ao trabalho com as famílias tendo como preocupação e objetivo a reintegração e inserção familiar e social favorecendo o protagonismo dos adolescentes”.

 

 

 

 




ADEF-RIO MATERIAL HOSPITALAR LTDA. Rua Haddock Lobo, nº 356 - Cob. 904/905 - Tijuca - Rio de Janeiro - RJ - CEP: 20260-142 - Tel.: (21) 2204-6363